MODA PARA CADA TIPO DE CORPO.

Só erra quem quer

Há quem duvide que a moda possa deixar elegante quem não tem aquela cinturinha de sílfide nem as pernas de gazela mostradas nas passarelas. Costuma-se afirmar que o que se vê nas vitrines e nas páginas das revistas serve apenas a um grupo restrito de mulheres: as magras, altas e jovens. É um engano. Nunca a moda esteve tão democrática. Hoje é possível encontrar peças em tecidos, estampas e recortes que se encaixam perfeitamente a qualquer tipo de silhueta. O importante é descobrir o que lhe cai bem respeitando as diferenças de estilo. Com a combinação própria para seu tipo físico, é possível realçar o que se tem de melhor ou disfarçar imperfeições. Saiba o que deve ser levado em conta, segundo os especialistas no assunto, na hora de montar seu guarda-roupa.

Se você é baixa,1,63 m aposte em:
Cores: tudo da mesma cor para alongar a silhueta
Estampas: listras verticais multicoloridas
Tecidos: colados ao corpo
Saias: mínis
Calças: cigarrette
Vestidos: acima do joelho
Casacos: curtos
Bolsas: pequenas
Sapatos: bico fino ou salto fino na cor da pele ou da calça
Evite: casacos alongados ou sete-oitavos, saias e vestidos compridos, cintos largos, botas cano longo, sandálias gregas com tiras amarradas nas pernas, bijuterias e jóias grandes e compridas

Jaqueta e calça Lita Mortari e botas Empório Naka


Se você é alta
  1,80 m aposte em:



Cores: qualquer uma
Estampas: fashion, com design moderno
Tecidos: esvoaçantes
Saias: longas ou até o meio da canela
Calças: curtas, como capri e corsário
Vestidos: longos
Casacos: mantôs e capas compridas
Bolsas: médias e grandes
Sapatos: baixos e saltos finos
Evite: minissaias e shorts curtíssimos, bolsas de mão pequenas, macacões justos, estampas impactantes e sandálias plataformas
Trench coat Louis Vuitton, saia Viva Vida, bolsa M. Mortari, sapatos Sarah Chofakian, anel e brincos Angelita Feijó by Talento Jóias



Se você é magra,
51 kg 

   aposte em:



Cores: claras. Abuse do branco
Estampas: todas. Florais, xadrez, bolinhas
Tecidos: que criam volume, como chamois e crochê
Saias: rodadas, no estilo cigana ou hippie
Calças: largas e desestruturadas
Vestidos: com drapeados ou franzidos
Casacos: oversize (um número maior)
Bolsas: qualquer uma
Sapatos: qualquer um
Evite: roupas coladas ao corpo, decotes em V, calças tipo capri e corsário, tomara-que-caia, vestir preto da cabeça aos pés, leggings, fuseaux e calças estilo montaria
Camisa Andrea Bilinski, saia Doc Dog, cinto Vide Bula, pulseiras Beth Salles e sandálias Les Gazelles



Se você está acima do peso,
72 kg
aposte em:

Cores: escuras
Estampas: ópticas, que confundem a visão
Tecidos: escorregadios
Saias: cortadas de viés
Calças: retas, bocas-de-sino ou pantalonas com cintura marcada
Vestidos: justos ao corpo sob casacos do mesmo comprimento
Casacos: compridos para fazer sobreposições
Bolsas: grandes
Sapatos: estruturados, como botas ou plataformas
Evite: calças cigarette ou de cintura baixa, gola alta, casacos com amarrações na cintura (tipo trench coat), sandálias de tiras finas e cintos largos
Corselet Fruit de la Passion, pelerine Sarah Chofakian, calça Camuflagem e colar Beth Salles



E se você está grávida, aposte em:
Cores: qualquer uma
Padronagens: lisas
Tecidos: 100% algodão ou jeans macios com tactel
Saias: no meio da canela com corte enviesado
Calças: com amarração tipo pijama
Vestidos: soltos
Casacos: sete-oitavos tipo quimono
Bolsas: pequenas, fáceis de carregar
Sapatos: sapatilhas
Evite: saltos, cintos com fivelas, blazers e jaquetinhas curtas, minissaias, saias amplas e rodadas e vestidos com recorte na cintura

Vestido Andrea Bilinski, bolsa Arezzo, botas Carlota Joaquina e brincos Beth Salles






Postar um comentário