TIPOS DE TPM


OS QUATRO TIPOS DE TPM

...e como lidar melhor com cada um deles


TIPO A
Principais sintomas: ansiedade, irritabilidade e oscilações do humor.
Alimentos que devem ser evitados: café, refrigerantes à base de cola, laticínios, chocolate e álcool.
Alimentos que podem ajudar: aqueles ricos em vitamina B6. O nutriente é relacionado à produção de serotonina, substância gerada por nosso corpo e responsável pela sensação de bem-estar. Pães à base de farinha integral são uma ótima fonte de vitamina B6.
Exercícios indicados: ioga e alongamento.


TIPO C
Principais sintomas: compulsão por açúcar, fadiga e dor de cabeça.
Alimentos que devem ser evitados: açúcar, chocolate, álcool e frutas muito doces.
Alimentos que podem ajudar: Para cortar aquela vontade louca de comer um docinho, opte por algum carboidrato complexo agregado a uma proteína, como uma fatia de pão integral com peito de peru.
Exercícios indicados: caminhada, natação ou hidroginástica.


TIPO D
Principais sintomas: depressão, confusão, insônia e perda de memória.
Alimentos que devem ser evitados: laticínios e álcool.
Alimentos que podem ajudar: Embora, em geral, a cafeína seja contra-indicada para quem sofre de TPM, ela pode ajudar a levantar o astral de mulheres que ficam muito deprimidas, graças às suas propriedades psicoativas. Uma xícara de café dá uma boa reanimada, mas não vale ficar dependente desse recurso e tomar baldes de expresso ao longo do dia.
Exercícios indicados: atividades aeróbicas em grupo, como dança ou lutas marciais.


TIPO H
Principais sintomas: inchaço, ganho de peso e seios doloridos.
Alimentos que devem ser evitados: sal e laticínios.
Alimentos que podem ajudar: frutas com bastante água, como melancia, melão e tangerina. Tomar água-de-coco também é ótimo.
Exercícios indicados: caminhada, natação ou hidroginástica.

 QUE NÃO PODE FALTAR À MESA

Além das recomendações específicas para cada tipo de TPM, é importante seguir algumas orientações gerais sobre o que colocar no prato para garantir um mês inteiro de bem-estar. Isso porque existem algumas vitaminas e minerais indispensáveis na prevenção e no combate aos sintomas da tensão pré-menstrual. Em alguns casos, o médico até receita suplementos. Converse com o seu e descreva os desconfortos mais comuns. Será a partir desse relato que ele indicará ou não o reforço vitamínico.
Vitamina A: melhora o aspecto da pele.
Boas fontes: cenoura, abóbora-amarela, salmão, batata-doce, couve-manteiga, brócolis, alface-romana, pêssego e pimentão vermelho.

Vitamina B6: ajuda a regular as oscilações de humor, a retenção de líquido, a fadiga e a compulsão por açúcar.
Boas fontes: salmão, frango, atum, soja, couve-manteiga, lentilhas, farinha de trigo integral.

Vitamina C: alivia os sintomas do estresse emocional e da fadiga.
Boas fontes: morango, couve-de-bruxelas, laranja, limão, nabo, acelga, abacaxi, banana, repolho, pimentão verde e vermelho, tomate, espinafre.

Vitamina E: contribui para o controle da depressão, ansiedade, irritabilidade e compulsão alimentar.
Boas fontes: óleo de germe de trigo, de girassol, de canola e de milho; maçã, centeio, fubá, aspargo, brócolis.

Cálcio: ótimo para ajudar a reduzir as cólicas, as alterações de humor e a retenção de líquido. Embora os laticínios sejam uma boa fonte desse nutriente, esses alimentos não são indicados no período pré-menstrual de alguns tipos de TPM. Isso porque eles interferem na absorção de magnésio, têm alto teor de sódio e são ricos em gordura saturada, o que dificulta a metabolização dos hormônios femininos pelo fígado.

Magnésio: alivia as cólicas e controla a compulsão por açúcar.
Boas fontes: feijão-de-soja, feijão-branco, feijão-roxo, salmão, farinha de trigo integral, tofu, farinha de aveia, avelã, beterraba, abobrinha, ce



Achei essa matéria interessante e necessária.
FONTE: Panelinha.ig
Postar um comentário